Mai
09
2014
VENDAS
ENCERRADAS

MARIA RITA 2014

MARIA RITA SAI EM TURNÊ COM ‘CORAÇÃO A BATUCAR’,
SEU SEGUNDO (E MAIS ELOGIADO) DISCO DE SAMBA
Cantora estreia na Fundição Progresso, dia 26 de abril, e depois segue pelo Brasil

Sete anos depois de Samba Meu, Maria Rita acaba de lançar Coração a Batucar, sua segunda incursão pelo mais brasileiro dos gêneros musicais. E antes mesmo de colocar o ‘bloco na rua’, ela já possuía mais de 80% do repertório do novo show. “Sou uma pessoa inquieta. Trabalhei durante três meses em sigilo absoluto e conforme o disco ia se desenhando, o show ganhava forma na minha cabeça. Agora faltam apenas os detalhes”, anunciou a cantora durante a maratona de entrevistas para o lançamento do álbum, que já se encontra disponível no iTunes e chega às lojas físicas a partir de 8 de abril.
Com direção da própria Maria Rita, a nova turnê tem início no dia 26 de abril, na Fundição Progresso, Rio de Janeiro. Antes, porém, ela faz uma pré-estreia em Lorena, no interior de São Paulo, no dia 12: “Costumo dizer que o primeiro show é sempre uma pré-estreia. É quando podemos fazer os últimos ajustes, acertar os detalhes”, afirma. Animada com o novo trabalho, a cantora conta que não pretende fazer deste show uma réplica do novo CD, mas o foco é o samba. “O samba permeia minha carreira desde o início. Por isso, além das novidades de Coração a Batucar, trago canções do Samba Meu e outras desses 12 anos de estrada. Sou madrinha de bloco, desfilo em escola de samba no Rio e em São Paulo. Já avisei no Facebook que esse disco é para se acabar de dançar, sair com bolha no pé", brinca.
Maria Rita quer reproduzir no palco o clima que norteou a produção de Coração a Batucar, que foi gravado praticamente ao vivo, em uma autêntica roda de samba. “A nossa disposição no palco se dará de uma forma que a plateia poderá ver a minha interação com os músicos, sem que para isso eu precise estar de costas para o público”, antecipa. Liderada por Davi Moraes (guitarra), a banda que a acompanhou em estúdio também vai para o palco, e conta ainda com Alberto Continentino (baixo), Rannieri de Oliveira (piano) e Wallace Santos (bateria).
Os figurinos são do estilista e parceiro de longa data, Fause Haten, que pela primeira vez, também assina os cenários de um show. A iluminação fica a cargo de Samuel Betts, o figurino da banda é de Gilda Midani, a execução da cenografia é da Tiba Produções, de Esequiel Jr. e Mara Cesar, e a produção geral é da Tribo Produções. “O cenário é surrealista e ao mesmo tempo minimalista. Está bem diferente de tudo o que já apresentei, mas é um show que poderei levar para qualquer lugar”, afirma.
Coração a Batucar começou a tomar forma quando Maria Rita foi convidada pela produção do festival Rock in Rio a montar show exclusivo para o palco Sunset, em 2013, e resolveu dar vazão à paixão por Luiz Gonzaga Jr, o Gonzaguinha. “Ali, o bicho pegou. Veio a reação da plateia... foi demais!”, recorda. Além disso, a repercussão de Samba Meu (seu primeiro álbum do gênero) nas redes sociais e os diversos prêmios recebidos - como o Grammy Latino de melhor álbum de samba - não deixaram dúvida. “Não posso dizer que comecei a fazer a pesquisa de repertório já pensando num disco de samba. Foi acontecendo.”
Puxado por Rumo ao infinito (Arlindo Cruz, Marcelinho Moreira e Fred Camacho), escolhida a primeira música de trabalho e em alta rotação nas rádios brasileiras, Coração a Batucar traz ainda a canção Meu Samba, sim, senhor, dos mesmos Marcelinho Moreira, Fred Camacho e Leandro Fab que abre o disco: “Mais uma vez/ Aqui estou/ Não vou negar/ Eu vou representar com todo meu amor/ Cantando por aí/ Levando a alegria pro meu povo/ Não há nada que me faça mais feliz/É tão encantador/ Meu samba, sim, senhor.”
O repertório traz ainda Fogo no paiol, de Rodrigo Maranhão, Abre o peito e chora (Serginho Meriti) e No meio do salão, de Maurílio de Oliveira e Everson Pessoa, do novo samba paulista da tradição do Samba da Vela. Do baú de Almir Guineto veio a bem humorada Saco cheio (Dona Fia e Marco Antonio). Os refrãos irresistíveis de Xande de Pilares e Gilson Bernini estão presentes em Bola pra frente e, também, em Mainha me ensinou, canção que a dupla assina ao lado de Arlindo Cruz. E de Joyce Moreno recebeu uma espécie de declaração de princípios em No mistério do samba: “Que bom que é poder mergulhar no mistério do samba”.
Aos que perguntam se é uma volta ao samba, sete anos depois de seu primeiro trabalho dedicado integralmente ao gênero, Maria Rita responde primeiro com os versos de É corpo, é alma, é religião, a faixa de Arlindo Cruz, Rogê e Arlindo Neto, que encerra o disco: “Eu não nasci no samba, mas o samba nasceu em mim”. Depois, ela completa com a sua própria história: “É uma coisa intra-uterina. Minha mãe adorava sambas e gravou muitos. Eu sempre estive aqui. Não posso estar voltando de onde nunca saí”.
 

Ingressos de Meia-Entrada:
Para benefício de Meia-entrada é necessário apresentação dos documentos abaixo descritos:

✔ Estudantes dos Ensinos Infantil, Fundamental, Médio, Técnico, Graduação e Pós Graduação.
Comprovação: Apresentação da CIE (Carteira de Identificação Estudantil) no momento da aquisição do ingresso e na entrada do local de realização do evento. As CIEs aceitas são as expedidas pelas instituições: Associação Nacional de Pós-Graduandos - ANPG; União Nacional dos Estudantes - UNE; União Brasileira dos Estudantes Secundaristas - Ubes; Diretórios Centrais dos Estudantes - DCE; Centros e Diretórios Acadêmicos, de nível médio e superior; Entidades estaduais e municipais filiadas a uma das entidades mencionadas. Mais informações no site www.documentodoestudante.com.br.

As CIEs devem conter: Nome completo e data de nascimento do estudante; foto recente do estudante; nome da instituição de ensino; grau de escolaridade; data de validade até o dia 31 de março do ano subsequente ao de sua expedição.

✔ Pessoas com idade igual ou superior a 60 anos
Comprovação: Apresentação de documento oficial com foto.

✔ Pessoas com Necessidades Especiais (PNE) e Acompanhante.
Comprovação: Para o PNE, apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da pessoa com deficiência ou de documento emitido pelo INSS que ateste a aposentadoria. Para o Acompanhante: Apresentação de declaração de necessidade de acompanhante que pode ser feita pela própria pessoa PNE ou do Acompanhante + apresentação de documento oficial com foto no momento da aquisição do ingresso e na entrada do local de realização do evento.

✔ Jovens de baixa renda com idade entre 15 e 29 anos inscritos no CadÚnico.
Comprovação: Apresentação da carteirinha da Identidade Jovem acompanhada de documento de identificação com foto no momento da aquisição do ingresso e na entrada do local de realização do evento. Para mais informações, clique aqui.

Não será permitida a entrada no Evento em caso de apresentação de documentação falsa ou insuficiente para comprovação do direito ao desconto de meia entrada;

Serviços e acomodações oferecidos em combinação aos ingressos comprados, não estão sujeito aos regulamentos da meia-entrada.

Valor dos Ingressos

Platéia Gold: R$180,00 Platéia Baixa: R$155,00 Platéia Alta: R$135,00 Mezanino: R$95,00

VENDAS ENCERRADAS

Pontos de Venda

Multisom - Palacio Rua das Andradas, 1001, Centro - Ver no mapa Multisom - Shopping Iguatemi Avenida João Wallig, 1800 - Loja 109 - Ver no mapa Multisom - Barra Shopping Sul Avenida Diário de Notícias, 300 - Lojas 1040 a 1042 - Ver no mapa Multisom - Praia de Belas Shopping Avenida Praia de Belas, 1181, Praia de Belas - Ver no mapa Multisom - Bourbon Shopping Ipiranga Avenida Ipiranga, 5200, Jardim Botânico - V

Descontos

50% para idoso, mediante a apresentação de documentos. 50% para titular do clube do assinante (sem limite). 10% para acompanhante. 20% para estudantes, mediante a apresentação de documentos.

Censura

12 anos.
Baixe o aplicativo do Clube! fique por dentro das novidades, sorteios, descontos e agenda de shows
Google Play
App Store
Telefone