PAULA FERNANDES (2013)

“Quando um trabalho é verdadeiro, há de acontecer algo, não importa o tempo que leve. Acredito no sentimento, na composição, no poder da música e no processo de causa e efeito das coisas. Hoje me sinto mais forte e capaz de tocar minha lida. E se não for do jeito que sempre fiz, não vai ser eu”.

É com a confiança conquistada com muito trabalho e fortes emoções nos últimos anos, que Paula Fernandes se prepara para um importante momento de sua carreira. “Meus encantos”, seu sétimo CD, revela a Paula de hoje, completa, trazendo em cada uma das 15 canções um pedacinho da menina-mulher que o Brasil descobriu – e que não imagina o que ela guarda dentro de si.

Todas as músicas são inéditas. Algumas escritas recentemente, outras guardadas a dois, três, cinco anos; mas nada soa distante do universo que Paula vem apresentando em seus discos anteriores. Todas as mensagens fazem sentido para ela, pois “há músicas que fazem parte do fluxo da vida”. “Algumas canções são novinhas, outras não envelhecem ou aguardavam seu momento de reaparecer. Há sentimentos que duram vidas e vidas e eles estão aqui”, explica.

Os temas abordados, parte do universo criativo de Paula, expressam sentimentos profundos de amor e amizade, o cotidiano das pessoas, a ligação com a terra e com o universo. “Meu trabalho é intuitivo e não me omito do processo criativo. Não vou rotular, frear ou bloquear qualquer inspiração ou gênero musical que apareça neste momento de criação. As músicas acabam sendo parecidas porque vêm da mesma fonte, mas se diferenciam bem nos detalhes. As pessoas verão isso”, explica.

Por isso o nascimento de “Meus encantos” foi natural, algo que foi crescendo ao longo da última turnê. Paula e seu produtor musical, Márcio Monteiro, primaram pelos detalhes, arranjos e melodias sem se afastar da essência e buscando uma novidade no som. “Não encaro como ousadia porque não houve nenhuma tentativa de confronto musical. Apenas me permiti em alguns momentos experimentar mais. Me deixei brotar e tudo fluiu”. A faixa que dá nome ao disco exemplifica isso. “Ela tem toques eletrônicos que trazem um novo ar mas não interferem na leveza da canção. O arranjo é mais espacial e a letra é mais aterrada”, sugere. Irmã gêmea de nascimento de “Meus encantos (Nunca só)”, “Cuidar de mim”, abertura do disco, revela a coragem e o peito aberto da cantora. Assim como sua personagem, Paula usa de garra e serenidade para tomar decisões e viver sem pudor de expor seus sentimentos.

Artista que começou cedo – aos 8 anos descobriu a paixão pelo canto e aos 12 a composição –, Paula Fernandes sempre esteve ligada à música e ao palco. Ainda menina em Sete Lagoas, região mineira aos pés da Serra do Cipó, e depois em Belo Horizonte e São Paulo, onde se aventurou em busca do sonho de cantar, ela sempre buscou este momento de realização, de viver de seu dom, sua música. Explicar o que significa este momento ‘cheio de encantos’ é tão complexo quanto querer transcrever sua inspiração. “Música para mim é uma fórmula química. Não é uma mensagem quadrada; ela envolve sutilmente. O que faço flui de mim, sãos as verdades que fui descobrindo com o tempo. Fico muito feliz em ver as pessoas se identificando e o resultado que trouxe para nossas vidas”.

“Meus encantos” chega às lojas rodeado de expectativas após a marca histórica de 1,7 milhões de cópias vendidas de seu antecessor, o CD e DVD “Paula Fernandes Ao Vivo”. A cantora, porém, procura não se deixar afetar pelas cobranças. É um momento de continuidade. De levar adiante tudo que plantou e colheu com suas inspirações mais íntimas e trabalho árduo. “Não consigo ver a música como um produto comercial, não cultivo isso. Estou sempre envolvida em meu universo poético e não me conecto com as coisas superficiais. A arte me envolve e quanto menos eu racionalizar melhor. Não vou me cansar de criar. Construir algo útil para o mundo é a essência de tudo”. E é assim que Paula mostra seu novo trabalho. Sem inventar nada, ela se concentra apenas em ser – e emocionar, seu grande dom.

Ingressos de Meia-Entrada:
Para benefício de Meia-entrada é necessário apresentação dos documentos abaixo descritos:

✔ Estudantes dos Ensinos Infantil, Fundamental, Médio, Técnico, Graduação e Pós Graduação.
Comprovação: Apresentação da CIE (Carteira de Identificação Estudantil) no momento da aquisição do ingresso e na entrada do local de realização do evento. As CIEs aceitas são as expedidas pelas instituições: Associação Nacional de Pós-Graduandos - ANPG; União Nacional dos Estudantes - UNE; União Brasileira dos Estudantes Secundaristas - Ubes; Diretórios Centrais dos Estudantes - DCE; Centros e Diretórios Acadêmicos, de nível médio e superior; Entidades estaduais e municipais filiadas a uma das entidades mencionadas. Mais informações no site www.documentodoestudante.com.br.

As CIEs devem conter: Nome completo e data de nascimento do estudante; foto recente do estudante; nome da instituição de ensino; grau de escolaridade; data de validade até o dia 31 de março do ano subsequente ao de sua expedição.

✔ Pessoas com idade igual ou superior a 60 anos
Comprovação: Apresentação de documento oficial com foto.

✔ Pessoas com Necessidades Especiais (PNE) e Acompanhante.
Comprovação: Para o PNE, apresentação do cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da pessoa com deficiência ou de documento emitido pelo INSS que ateste a aposentadoria. Para o Acompanhante: Apresentação de declaração de necessidade de acompanhante que pode ser feita pela própria pessoa PNE ou do Acompanhante + apresentação de documento oficial com foto no momento da aquisição do ingresso e na entrada do local de realização do evento.

✔ Jovens de baixa renda com idade entre 15 e 29 anos inscritos no CadÚnico.
Comprovação: Apresentação da carteirinha da Identidade Jovem acompanhada de documento de identificação com foto no momento da aquisição do ingresso e na entrada do local de realização do evento. Para mais informações, clique aqui.

Não será permitida a entrada no Evento em caso de apresentação de documentação falsa ou insuficiente para comprovação do direito ao desconto de meia entrada;

Serviços e acomodações oferecidos em combinação aos ingressos comprados, não estão sujeito aos regulamentos da meia-entrada.

Valor dos Ingressos

Platéia Baixa Central R$200,00 Platéia Baixa Lateral R$160,00 Platéia Alta Central R$125,00 Platéia Alta Lateral R$105,00

VENDAS ENCERRADAS

Pontos de Venda

My Ticket Centro – Rua dos Andradas, 1425 – Loja 69 (De segunda a sexta – feira – das 9h às 18h) My Ticket Moinhos de Vento – Rua Padre Chagas, 327 – Loja 6 (De segunda a sexta – feira – das 9h às 18h e sábados, das 10h às 15h) Loja Multisom do Shopping Bourbon Country - Av. Túlio de Rose, 80 (Diariamente das 14h às 22h) *Somente em dinheiro

Descontos

*Clube do Assinante: desconto de 50% para os 200 primeiros titulares do Cartão do Clube Assinante ZH e para os demais 10% para titular e acompanhante; *Idosos: desconto de 50%, mediante a apresentação de documentos na compra e na entrada do evento. *Estudantes: 20% sobre o valor do ingresso a cima de R$ 100,00, mediante a apresentação de documentos na compra e na entrada do evento.

Censura

Livre
Baixe o aplicativo do Clube! fique por dentro das novidades, sorteios, descontos e agenda de shows
Google Play
App Store
Telefone